Desafio Medida Certa - 90 dias

LilySlim Weight loss tickers

quarta-feira, julho 13, 2011

Faça uma lista - Revista Seleções (julho/2011)

Hoje estou passando por aqui para compartilhar uma reportagem da Revista Seleções que li .
Boa leitura.


Você vive seguindo listas ou faz tudo de improviso? Eis uma estratégia para não enlouquecer.


Ok, eu confesso: faço listas compulsivamente. Não listo apenas as coisas que vou fazer; listo até as que já fiz. Faço listas dos livros que li, dos filmes a que assisti, dos mantimentos de que preciso, das tarefas diárias, das metas de vida e dos sonhos a realizar, de estratégias financeiras, de telefonemas que preciso dar, de projetos profissionais e até listas de lugares que gostaria de visitar e conhecer.
Não sou a única. É surpreendente a quantidade de pessoas que usam listas para gerenciar a vida. Fazer listas cumpre várias funções; além de ferramenta de administração do tempo, elas também são um modo de a gente se concentrar e organizar pensamentos e atividades. Depois, há o sentimento de satisfação quando riscamos os itens conforme cada um deles é abordado e resolvido.


Para alguém como eu (trabalhadora autônoma e estudante), as listas criam um arcabouço cotidiano que torna mais fácil dizer não às distrações e me dá uma noção de segurança e controle. Gosto de limites, e a vida estruturada me atrai. O meu marido, ao contrário, resiste a viver à base de listas pessoais, já que é médico e tem uma vida profissional intensa e rigidamente controlada pelos horários do hospital.


Meu hábito de fazer listas começou quando, ainda jovem, tinha dois filhos com menos de 2 anos, um marido estudante e duas empresas para administrar. Claro que precisei me tornar organizadíssima.
Normalmente, divido minhas listas em categorias: pessoal, doméstica, social e profissional. As importantes são escritas num caderno preto formato A4 com pautas largas para acomodar minha letra generosa.
Nas noites de domingo, faço uma lista dos afazeres que pretendo cumprir durante a semana. Também crio uma planilha mensal que me permite ver de uma só vez os eventos importantes. Segue-se uma lista específica para cada dia, com as tarefas, quando cabível, divididas em passos e por prioridade.

Os benefícios das listas
* Nos lembram o que precisamos fazer
* Ajudam a atribuir prioridades, racionalizar e organizar os pensamentos
* Aliviam o estresse e fazem a mente se concentrar
* Evitam a procrastinação
* Riscar as tarefas nos dá a sensação de dever cumprido


Como criar uma lista eficaz
* Decida onde, quando e com que vai escrever sua lista
* Escreva num caderno só para isso ou num equivalente tecnológico, como aplicativos de celular
* Decomponha os projetos em passos menores
* Anote todas as tarefas que precisa cumprir
* Dê prioridade aos passos na ordem de importância, com os mais urgentes primeiro
* Risque ou marque as tarefas ao serem feitas
* Destaque as tarefas não terminadas



Ver reportagem completa na Revista Seleções
Beijos a todos, Ingrid Soares.

Um comentário:

Thaís Herrera disse...

Oiii... vi teu link no blog diário da Mey... e estou seguindO!
Interessante essa idéia das LISTAS... gostei... vou tentar colocar em prática!!! :)
Segue meu blog... espero que possamos nos ajudar! Beijos
http://dietaflashbythais.blogspot.com